Deputado fiscaliza equipamentos que deveriam estar sendo utilizados salvando vidas, população necessita de UTIs

Mato Grosso registra mais de 11 mil casos de pessoas infectadas

Foto: Eliel Tenório
 

A polêmica começou na tarde da última quarta-feira (24/06), logo após internautas divulgarem vídeos e fotos que mostram macas, colchões e várias caixas com materiais usados para montagem de leitos. Imagens com equipamentos hospitalares armazenados no ginásio de esportes Aecim Tocantis, em Cuiabá, depois de tantas denúncias o deputado estadual Elizeu Nascimento (DC), esteve em loco para confirmar as denúncias e identificou muito equipamento dentro do ginásio.

Na tarde de ontem o secretário de Estado de Saúde (SES) Gilberto Figueiredo afirmou que há quatro áreas colapsadas na saúde do Estado: instalações hospitalares, fornecimento de equipamentos, medicamentos e oferta de profissionais. A afirmação foi feita para o site olhar direto.

Aí fica a dúvidas e a falta de esclarecimento para a população.

“Equipamentos hospitalar adquiridos pelo Governo de Mato Grosso estão estocados sim, no ginásio Aicim Tocanthins, esses materiais deveriam estar em hospitais no combate ao Coronavírus.  Atualmente Mato Grosso tem mais de 11 mil pessoas infectados, as pessoas estão morrendo nas cidades do interior e na capital, em UPAS e Policlínicas” destacou Nascimento.

Durante a fiscalização Elizeu identificou muitos equipamentos.

“ Tem muitos equipamentos parados aqui, com notas ficais, esses equipamentos eram para estar sendo utilizados pela população mato-grossenses, evitando mortes de pessoas, pessoas estão morrendo por falta de respiradores e leitos de UTIs em Mato Grosso”, afirmou o parlamentar.

O deputado Elizeu Nascimento gravou uma live dentro do Aicim Tocanthins mostrando todos os equipamentos que estão estocados. Durante a gravação o parlamentar afirma que a população não vai ficar sem resposta, ele solicitará através de documentos informações como; porque esse equipamento está parado enquanto muitas pessoas em Mato Grosso morrem, quando chegou, de onde veio, quanto foi pago, para aonde vai e quando vai ser distribuído.

Compartilhe este post!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤️️ por GO7.SITE

⚙️