Corpo Musical da PMMT completa 127 anos nesta terça-feira (29)

Elizeu Nascimento participou do evento representando a Assembleia Legislativa de Mato Grosso

O presidente da Comissão de segurança Pública da Assembleia Legislativa (ALMT) deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) participou da cerimônia alusiva ao Aniversário de 127 anos do Corpo Musical da PMMT nesta terça-feira (29), no Salão Nobre Secretário Cloves Vettorato no Palácio Paiaguás.

A homenagem foi para todos os integrantes, que hoje é composta por 66 integrantes, homens e mulheres que contribuem para o desenvolvimento da sensibilidade, criatividade e integração social, por meio da arte da música. Seja cantando, tocando, regendo ou ensinando, a música está presente em nossas vidas desde o nascimento. Afinal, para fraseando Paulo Freire, música é vida, alegria e esperança.

O evento teve apresentação Musical com a cantora Akane Izuka, o Quinteto formado pelos policiais militares CB Crispim, SD Dantas, SD Carneito e SD Robsonelly, uma bela apresentação das crianças que participam do projeto Harmonizando para a vida do Município de Nossa Senhora do Livramento e o cantor Roberto Lucialdo.

A Banda da Polícia Militar, desde que foi criada, em 1892, está presente nos principais acontecimentos da história de Mato Grosso, testemunhando momentos de alegria, manifestações de civismo, devoção, comoção e comemoração. A qualidade musical atravessou os murros do quarteis e conquistou o público mato-grossense. Com uma agenda sempre lotada, os músicos que atualmente são regidos pelo comandante 2º tenente Márcio Delvalle, além de se apresentarem dentro da própria instituição, levam um repertório variado para órgãos públicos e, principalmente, para as comunidades.

O Corpo Musical tem um papel importante na educação, levando musicalidade para alunos de escolas públicas e de projetos sociais. “Com sua atuação, a Banda de Música da PM tem proporcionado a interação da Instituição com o público, aproximando a Polícia Militar da sociedade. Por todas essas qualidades é merecido o reconhecimento do representante da categoria da segurança na ALMT, enfatizou o deputado Elizeu.

O comandante Coronel Jonildo José de Assis geral destacou um ditado popular durante seu discurso enaltecendo a banda, somos policiais militares e temos nosso papel social e a banda de musica faz isso com primazia, um quartel sem banda, é um corpo sem alma, ressaltou Assis.

Com uma frase de Aristóteles o comandante da banda 2º tenente Márcio Delvalle, iniciou seus agradecimentos. “A grandeza não consiste em receber honras mas, em merece-las. Ser avaliado de forma positiva pela sociedade é mais que pressuposto de reconhecimento e  valorização de um trabalho oferecido com maior grau de profissionalismo a nossa gratidão a todos integrantes do Corpo Musical de Mato Grosso, destacou  2º tenente Márcio Delvalle.

CORPO MUSICAL

O Corpo Musical – PMMT tem por finalidade, através da música, aproximar a instituição Policia Militar-MT, junto à sociedade mato-grossense. No início, essa Unidade era denominada como Banda de Música. Criada em 19 de Outubro de 1892, através do Artigo 5º da Lei Nº 09, ato este assinado pelo Dr. Manoel Murtinho – Presidente do Estado de Mato Grosso teve seu início histórico contando com 16 (dezesseis) Praças. No seu passado marcante, tinha como missão garantir a marcialidade nos eventos militares e levar entretenimento às praças aquarteladas.

Devido a grande demanda de serviços destinados a Banda de Música junto a sociedade, viu-se a necessidade da criação de um Corpo Musical, ato este que se consolidou na gestão do então Governador do Estado Blairo Borges Maggi, que através da Lei Complementar Nº 271 de 11 Junho de 2007, e aprovado pela Assembléia Legislativa, cria o Corpo Musical da Polícia Militar, ampliando as possibilidades de formações musicais. Hoje o efetivo do Corpo Musical é composto por 66 policiais músicos, e contempla em sua nova estrutura, a Banda Musical, a Orquestra Popular Homens do Mato e o Núcleo de Choro.

Recentemente o Corpo Musical foi declarado como Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial do estado de Mato Grosso, através da lei nº 10.414 de 26 de Julho de 2016 de autoria do Deputado estadual Guilherme Maluf e sancionado pelo Governador Pedro Taques.

Ao longo dos seus cento e vinte e cinco anos de atuação o Corpo Musical vem atendendo diversos eventos, tais como: Formaturas militares, eventos oficiais do estado, Cultos, Missas, festas religiosas, eventos esportivos de diversas modalidades, inaugurações, aniversário de municípios, desfiles cívicos, eventos de organizações não governamentais, ações sociais etc.

Parabenizamos todos os policiais que ajudaram na construção desse belíssimo trabalho ao longo desses 125 anos e a todos os que são mantenedores e dão continuidade a esse sonho, pois apenas quem leva alegria para toda sociedade através da música sabe o seu verdadeiro significado.

Viva o Corpo Musical da PMMT.

   

Compartilhe este post!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤ por go7.site