Comissão de segurança vai acompanhar operação que prendeu policiais militares

A comissão deve começar a inspeção já nesta sexta-feira para visitar os policiais detidos

A comissão de segurança pública da Assembleia Legislativa presidida pelo deputado estadual, Elizeu Nascimento (PL) apresentou nesta quinta-feira (31), um requerimento para acompanhar in loco, a situação dos policiais militares detidos na operação Simulacrum.

Elizeu que é policial militar da reserva serviu no Batalhão de Rondas Ostensivas Tático Móvel (Rotam), por 14 anos e disse na tribuna que algumas vezes foi obrigado a enfrentar criminosos fortemente armados no combate à criminalidade.

“Muitas das vezes somos obrigados a usar a força letal para revidar as injustas agressões que sofremos de criminosos fortemente armados. Criminosos que não pensam duas vezes antes de tirar a vida de um pai de família. O policial em uma situação difícil tem questão de milésimo de segundo para tomar uma decisão que pode custar até a sua vida. Uma demora na reação, pode fazer com que o policial perca a vida em serviço, como já aconteceu algumas vezes”, declarou Elizeu.

No requerimento, Elizeu pede que aconteça uma visita técnica de inspeção e constatação pelos membros da comissão, na Delegacia Especializada de Homicídios Proteção à Pessoa (DHPP), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Força Tática, Rotam e demais batalhões com a finalidade de averiguação e acompanhamento dos policiais militares investigados.

Além de Elizeu, assinaram o documento os deputados João Batista, Doutor João e Ulysses Moraes que irão acompanhar as visitas que devem começar já nesta sexta-feira (1°).

Com a inspeção e acompanhamento, os deputados buscam transparência no decorrer da operação.

Compartilhe este post!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Com muito ❤ por go7.site