A prevenção ao COVID-19 dos Policiais e Bombeiros Militares, Policiais Penais, Policiais Civis e Servidores da Saúde Estadual é uma preocupação do deputado estadual Elizeu Nascimento

Foto Eliel Tenório

Deputado estadual Elizeu Nascimento (DC) apresentou um requerimento na última sexta-feira (27/03) durante a sessão virtual, solicitando ao governador, Mauro Mendes com cópias ao Secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante e para o Secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, quanto a prevenção ao COVID-19 dos Policiais e Bombeiros Militares, Policiais Penais, Policiais Civis e Servidores da Saúde Estadual, em relação aos equipamentos de proteção individual e materiais preventivos, tais como: luvas, máscaras, álcool em gel. E também a quantidade que já fora fornecido aos profissionais acima descritos e quais as datas de entrega e quais cidades receberam esses produtos.

As medidas de prevenção e controle de infecção devem ser implementadas pelos profissionais que atuam nos serviços de segurança pública, saúde e demais serviços que causem exposição ao COVID-19, tudo isso, para evitar ou reduzir ao máximo a transmissão de microrganismos durante qualquer assistência realizada por esses profissionais. “ Eu estive fazendo algumas visitas em órgãos de atendimento essencial e observei que os profissionais receberam materiais preventivo, porém não são suficientes para a proteção desses profissionais, que estão arriscando sua própria vida e da sua família”, realçou o deputado.

Atualmente, acredita-se que os sintomas do novo coronavírus (SARSCoV-2) podem aparecer em apenas 2dias ou 14 após a exposição. Isso se baseia no que foi visto anteriormente como o período de incubação dos vírus MERS-CoV (2012). Ainda há muito para aprendermos sobre a transmissibilidade, a gravidade e outros recursos associados ao SARS-CoV-2 e as investigações estão em andamento em todo o mundo. Ainda não existe vacina disponível para prevenir a infecção pelo SARS-CoV-2. A melhor maneira de prevenir essa doença (COVID-19) é adotar ações para impedir a propagação do vírus.

“Dessa forma, é de extrema importância que seja encaminhada tais informações para sabermos a real situação do modo ao qual está ocorrendo a prevenção das infecções virais nos agentes públicos que nos referimos, destacou Elizeu.

Compartilhe este post!

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no google
Google+
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Com muito ❤ por go7.site